Nota de pesar – Dra. Maria Eugênia Motta

Caros colegas, informamos com pesar que nossa querida Drª Maria Eugênia Farias Almeida Motta, ex-presidente da SOPEPE
faleceu nesta sexta feira, 4 de Agosto de 2017, em João Pessoa (PB).

O velório está sendo realizado até as 16h deste sábado, na Central de Velórios São João Batista, próximo à Praça da Independência.
Depois o corpo seguirá para sepultamento em Boa Vista, na Paraíba.

A  sua determinação, transparência das atitudes e convicção do trabalho em favor das nossas crianças serão sempre lembradas.

“Hoje a pediatria brasileira está de luto com a perda da nossa colega que tanto contribuiu na melhoria da saúde das crianças pernambucanas. Estamos todos tristes e solidários com a família dessa grande profissional”, observa a presidente da SBP, dra. Luciana Silva.

TRAJETÓRIA

Dra. Maria Eugênia foi presidente na Sociedade Pernambucana de Pediatria (SOPEPE) na gestão 2013-2015. No entanto, devido ao AVC sofrido no segundo semestre de 2013, precisou se afastar do cargo.

Dra. Maria Eugênia era graduada em Medicina pela Universidade Federal da Paraíba (1991), com mestrado em Saúde da Criança e do Adolescente pela Universidade Federal de Pernambuco (1998) e doutorado em Pediatria e Ciências Aplicadas à Pediatria pela Universidade Federal de São Paulo/ Escola Paulista de Medicina (2003).

Em 1998, se tornou especialista em Gastroenterologia Pediátrica pela Univesridade Federal de Minas Gerais (UFMG) e pela Universidade Federal de São Paulo/ Escola Paulista de Medicina (2000).

Em sua trajetória profissional, além de se dedicar no atendimento às crianças e adolescentes do Estado de Pernambuco, atuou Professora Adjunta 4 da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), foi vice-coordenadora e membro do Corpo Docente da Pós-Graduação em Saúde da Criança e do Adolescente da UFPE, orientando alunos de mestrado e doutorado.

Trabalhou como supervisora da Residência Médica em Gastroenterologia Pediátrica do Hospital das Clínicas da UFPE e foi membro do corpo docente da Pós-Graduação em Saúde da Comunicação Humana da Universidade, orientando alunos do mestrado.

Foi consultora ad-hoc do BMC Gastroenterology, do Jornal de Pediatria e da Revista Brasileira de Saúde Materno Infantil.
Na medicina, atuou na área de Gastroenterologia e Nutrição Pediátrica nas linhas de pesquisa em alergia alimentar; alterações de motilidade e sensibilidade nas gastrontestinais funcionais, especialmente constipação crônica e dor abdominal; doença celíaca; sobrepeso e obesidade.