Calendário de Vacinação 2019 é destaque no Nordesteped

A baixa cobertura vacinal no Brasil foi debatida durante a conferência “Calendário Vacinal 2019”, ministrada pelo dr. Eduardo Jorge Fonseca, presidente do I Congresso Integrado de Pediatria do Nordeste (Nordesteped) e da Sociedade de Pediatria de Pernambuco (Sopepe).

“O Brasil tem um dos mais completos calendários vacinais de acesso universal do mundo, que é produzido pelo Programa Nacional de Imunização (PNI) do Ministério da Saúde, e isso é de muito orgulho para todos os pediatras. Entretanto, nos últimos anos, vemos com muita preocupação a redução das taxas de cobertura vacinal”, disse.

Dr. Eduardo Jorge salienta que as vacinas são “vítimas do seu próprio sucesso”, já que o controle de doenças como o sarampo, a poliomielite, difteria, entre outras, passou a falsa impressão à nova geração e que estas estavam erradicadas e, com isso, não seria mais necessário vacinar.

Para o especialista, outro fator relevante é que os pais e responsáveis geralmente trabalham durante todo o dia, sendo necessário estender o horário de vacinação nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) para o turno da noite. “Além disso, precisamos colocar fim às fakes news (notícias falsas) propagadas pelas mídias sociais sem o devido contraponto”, frisa.

SENSIBILIZAÇÃO – Dr. Eduardo Jorge reforça que é preciso que o Brasil volte a ter as taxas de coberturas vacinais acima de 95% para conseguir o controle do sarampo, que ressurgiu no País e já registra mais de 10 mil casos da doença.

“Será preciso um grande esforço do Ministério da Saúde e de todos os profissionais da área da saúde para minimizar esta grave situação. O pediatra é o profissional mais sensibilizado para esta questão e aquele a quem as famílias mais confiam as indicações”, destaca.

MOBILIZAÇÃO – Para levar a preocupação com a cobertura vacinal à prática, durante o encerramento do I Nordesteped foi promovida uma campanha de vacinação voltada aos estudantes de Medicina e residentes em Pediatria inscritos no evento. A ação foi coordenada pelo presidente do evento e realizada em parceria com a Prefeitura de Petrolina (PE). Durante toda a manhã, foram administradas as vacinas da Tríplice Viral, Hepatite B, dT (antitetânica).

A campanha de vacinação foi vista de maneira positiva para o fisioterapeuta Cláudio André de Oliveira, vindo de Petrolina (PE) para participar do evento. Para ele, esta foi uma importante ação, “principalmente pelo fato de o Congresso abordar a importância da imunização e a eficácia das vacinas na prevenção de doenças”.

O congressista aproveitou a oportunidade e tomou as vacinas antitetânica e de hepatite B, que estavam atrasadas na sua caderneta de vacinação. “Quando faço atendimento na Unidade Básica de Saúde (UBS) meu dia é tão corrido que muitas vezes não dá tempo de eu tomar a vacina. Agora consegui colocar em dia a minha caderneta de vacinação”, explica.

Com informações do site da SBP

Recent Posts

Leave a Comment