Casos de hepatite de origem desconhecida em crianças na Europa e EUA

No dia 05 de abril de 2022, a Organização Mundial da Saúde (OMS) foi notificada pelo Reino Unido sobre a ocorrência de casos de hepatite aguda grave de etiologia desconhecida em crianças. Foram registrados no início cerca de 80 casos com idade entre um mês e 13 anos. Atualmente, a OMS já notificou 169 casos em 12 países.

Exames laboratoriais evidenciaram possivelmente ser o Adenovírus tipo 41 (geralmente se apresenta como diarréia, vômito e febre, muitas vezes acompanhados de sintomas respiratórios), que mais comumente causa gastroenterite aguda pediátrica. As investigações estão em andamento em todos os países que relatam estes casos.

A origem ainda é desconhecida e testes adicionais têm sido realizados, para outras agentes causadores de outras infecções (inclusive para SARS-Cov-2), produtos químicos e toxinas. Cerca de 10% dessas crianças necessitaram transplante hepático e ao menos um óbito foi relatado.

Mantém-se o alerta para crianças entre 1 mês e 16 anos, principalmente com relato de passagem pelos locais com casos semelhantes, desde 1 de janeiro de 2022 que apresentem icterícia, aumento de transaminases (>500UI/L) ou sintomas compatíveis com hepatite aguda (não A-E).

Adaptado da NT NÚMERO 01 | 25/04/2022 CIEVS PERNAMBUCO
Secretaria de Saúde de Pernambuco | Secretaria Executiva de Vigilância em Saúde |
Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde
Colaboração da Dra. Regina Coeli F. Ramos, presidente do Departamento de Infectologia da SOPEPE

Site Sopepe hep

Recent Posts

Leave a Comment